Celular é encontrado dentro da cela de motorista que causou 5 mortes em São Luís

A Secretaria Estadual de Administração Penitenciária apura a entrada de um aparelho celular na cela em que está preso Victor Yan Barros de Araújo, de 25 anos, que provou um acidente com cinco mortos no bairro Jaracaty, em São Luís.

olisão ocorreu após o condutor perder o controle do veículo no início da ponte Bandeira Tribuzzi. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

No aparelho também foram encontradas mensagens entre Victor e a namorada dele. A defesa dele afirmou que o celular usado por seu cliente era do companheiro de cela.

Victor Yan de Barros Araújo é suspeito de ter causado o acidente que matou cinco pessoas no Jaracaty em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante

Após o caso, o diretor-geral da penitenciária decidiu proibir a visita de ‘Juliana Oliveira Borges’ pelo período de um ano. Na decisão, ele afirma que a suspensão foi dada pelo ato de indisciplina, com comprometimento à ordem e à segurança do presídio.

Segurança em Pedrinhas

Toda semana, centenas de pessoas visitam presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Para entrar, é preciso passar por um sistema de segurança com detector de metais e scanner corporal para evitar a entrada de drogas, armas e celulares.

No entanto, para o pesquisador em segurança pública Paulo Henrique Matos, o sistema não é 100% eficaz.

“Nenhum sistema de segurança é infalível. Na medida em que avança a tecnologia e avançam os protocolos e procedimentos de segurança, avançam as estratégias de burlar esses mecanismos”, afirma o historiador e pesquisador em segurança pública.

Paulo Henrique também afirma que há crime, caso seja confirmado que o celular tenha sido levado pela namorada de Victor Yan.

“É necessário que haja essa averiguação. Por onde entrou e por onde entrou. Se houve falha de segurança, omissão, não-intencional, ou se essa situação vou provocada intencionalmente por alguém”, declarou.

Relembre o caso

Em 8 de setembro, o carro que era guiado por Victor Yan Barros de Araújo se envolveu em um acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís. De acordo com a polícia, o veículo colidiu após ele ter perdido o controle e capotado em uma área residencial do bairro.

Testemunhas contestaram a versão e afirmam que Victor dirigia em alta velocidade. Cinco pessoas morreram por conta do acidente. Dentre os mortos, duas estavam no carro que era guiado por Victor Yan. As outras três vítimas estavam em uma festa de aniversário que estava sendo realizada na área residencial do bairro Jaracaty. As vítimas foram:

  • Carla Correa Diniz, agente penitenciária que deixou dois filhos
  • Thiana Alves Correa, prima de Carla
  • Henrique Martins Durans Neto, morador do Jaracaty
  • Maurício Andrey Soares, que estava no banco do carona do veículo envolvido no acidente
  • Ana Lourdes, passageira do veículo envolvido no acidente

Cinco pessoas morreram por conta do acidente na Avenida Carlos Cunha no bairro Jaracaty, em São Luís (MA) — Foto: Reprodução/TV Mirante/Rafael Cardoso/G1 MA

Dois dias após o acidente, moradores do Jaracaty realizaram um protesto para reivindicar melhorias na área que aconteceu o acidente. A manifestação parou o trânsito nas principais avenidas de São Luís.

Em seguida, foi realizada uma reunião da população com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT) onde ficou acertada a construção de uma mureta para a proteção do lado direito da Avenida Carlos Cunha e a colocação de agentes de trânsito na região. A Prefeitura de São Luís instalou barras de ferro na lateral da avenida.

Moradores interditaram Avenida Carlos Cunha com pneus e galhos de árvore. — Foto: Reprodução/ TV Mirante

G1 MA

Recomendado para você

Author: Redação Tuntum

Redação Tuntum News últimas notícias do Tuntum News, notícias de última hora e notícias atuais, além de notícias do blog de Tuntum Maranhão, Brasil e do mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *